[ Cenário: Quadro de MIssões ]

Ele concordou breve. - Vai ser meio inútil ficar no QG no momento. - Comentou. - As pessoas que podem resolver isso são os amiguinhos da Arme… - Suspirou e resolveu se explicar depois. - Os magos da academia violeta. São eles que restabelecem a energia daqui. - Olhou para o céu então, tentando chegar a conclusão de um horário. Sentia um pouco de fome. - Mas já que você está pronta, que tal a gente resolver alguma outra missão? - Convidou,fazendo sombra sobre os olhos depois de um tempo, percebendo que era início de tarde já, depois voltou o olhar para a elfa. - Podemos escolher alguma coisa do quadro. Não é como se fosse acontecer muita coisa agora mesmo. E depois você resolve suas mulas, ou bestas, qualquer coisa assim. - Riu.

- Perfeito! Faremos isso então. Estava começando a ficar entediada mesmo. - Concordou, pegando sua mochila e arma do chão e seguiu de volta para a salão central, abrindo as janelas para iluminar melhor o lugar, e se pôs a ler as novas missões. 

A seguiu de volta para o QG, não se importou muito com abrir as janelas, portanto já estava em frente ao quadro quando a loira voltou, aproximando-se. Passava os olhos distraidamente sobre o quadro, notando os papéis sem muito interesse. Foi quando seus olhos caíram sobre um papel já com uma aparência de envelhecido, suas pontas curvas por tanto tempo exposto ali. Empurrou o papel novo da frente, deixando seus olhos caírem em seu pior pesadelo.

Ryluth.

Permaneceu imóvel, encarando sua própria falha. O momento em que desertara. Que havia deixado seus amigos para trás. Que teve medo de algo chamado liderança.

Puxou o papel com certa raiva, por momentos esquecendo que a elfa ainda estava ali. - O que isso ainda está fazendo aqui? Nós derrotamos ele. - Comentou para si mesmo. Seus olhos caíram sobre a explicação no final “explorar e averiguar seu ninho, tendo certeza que nenhum outro dragão lá reside.

Bufou e abaixou a mão com o papel. Isso era um problema. Dos grandes. Seus olhos encontraram outra missão interessante no quadro logo depois: “Conhecedor das Chamas”, não tinha um conhecedor melhor que ele, concluiu. Sua mente começava a maquinar. Juntar o útil, voltou o olhar para a elfa, interessada nas missões, pensava mil coisas, ao agradabilíssimo.

-Que tal… - Pronunciou-se, finalmente. - Tenho uma ótima sugestão: Essa missão. - Apontou no quadro a missão das chamas, indicando que teriam que coletar chamas de cada um dos continentes. - Será complicado, tenho certeza, mas tenho outra coisa ainda melhor. - Pontuou, entregando o outro papel para a arqueira. Ela não tinha participado da primeira oportunidade, isso fazia as coisas interessantes. - Eu estava lá quando abatemos o dragão, só falta vasculharmos e mapearmos a caverna. E preciso de alguém que possa me ajudar a fazê-lo e esteja disposta a achar, possivelmente, outros tesouros. Mas tenho minhas duvidas se vamos achar outros dragões. - Omitiu a parte que ouvira dos rugidos dos dragões. Não era a necessidade no momento. - O que me diz? Não vou conseguir resolver sozinho e não podemos deixar o povo de Ellia eternamente com medo de uma cavernazinha de nada. - Pausou para respirar, rapidamente. - No final ainda podemos pegar a chama do continente, pertencente ao Basilisco, por exemplo, ou algum outro bicho de lá. São dois coelhos com apenas um tiro. O que me diz?

(Source: immortal-sieghart)

tags: #[ Lire ]
[ Cenário: Jardim ]

Sieghart? - A elfa se surpreendeu ao ver o imortal e logo acenou com a cabeça. Lire perambulava pelos campos que rodeavam a grande torre, também a procura do cristal de energia que supria as chamas mágicas e parafernálias tecnológicas do quartel general. Estava vestida de sua armadura de couro e carregava consigo seu arco e mochila, parecia arrumada para uma missão.
Se aproximou do gladiador para melhor cumprimenta-lo - Nossa, quanto tempo. Vejo que você não mudou. - Falou com um sorriso no rosto mas tentava disfarçar o constrangimento de ver a grande lenda de Vermécia só de bermudas. Percebeu também que Sieg já havia checado o estoque e, sim, parecia não funcionar. 

O imortal coçou os cabelos desarrumados e bocejou breve, ainda cheio de sono, logo depois acenando para a elfa. - Não sabia que você já estava de volta loirinha. E você sabe que esse corpinho de Deus aqui é para sempre. - Ele sorriu, brincando com ela, e depois reparou nas roupas da arqueira - pouco notando de seu aparente desconforto quanto as suas próprias vestimentas. - Vai sair em missão? - Perguntou curioso, como era de seu usual, começando a se interessar por fazer alguma coisa que não ficar no QG e ver todos reclamarem da falta de luz. - Qual missão? - Perguntou já intrometido.

Balançou a cabeça, rindo baixo do comentário que ouvira. Logo voltou o foco da conversa, repousando a mochila e seu arco na grama enquanto checava o cristal. - Estava planejando ir no calabouço do Gorgos mas infelizmente não pude. - Se debruçou no interior da “caixa de força”, procurando pelas instruções para manusear o objeto mágico. Lembrou quando Flora fez o tour com os Chasers pelo QG e especificamente que explicou sobre o estoque de eletricidade - Minhas bestas estão precisando de calibragem. Vi que o QG ficou sem luz, então preferi deixar para depois e checar logo o problema. 
Viu que não tinha a capacidade de concertar o aparato, achou mais prudente pedir para Flora ou alguns dos arcanos do grupo resolver.

Ele concordou breve. - Vai ser meio inútil ficar no QG no momento. - Comentou. - As pessoas que podem resolver isso são os amiguinhos da Arme… - Suspirou e resolveu se explicar depois. - Os magos da academia violeta. São eles que restabelecem a energia daqui. - Olhou para o céu então, tentando chegar a conclusão de um horário. Sentia um pouco de fome. - Mas já que você está pronta, que tal a gente resolver alguma outra missão? - Convidou,fazendo sombra sobre os olhos depois de um tempo, percebendo que era início de tarde já, depois voltou o olhar para a elfa. - Podemos escolher alguma coisa do quadro. Não é como se fosse acontecer muita coisa agora mesmo. E depois você resolve suas mulas, ou bestas, qualquer coisa assim. - Riu.

(Source: immortal-sieghart)

tags: #[ Lire ]
[ Cenário: Jardim ]

lire-eruel-gct:

immortal-sieghart:

O imortal acordou sentindo calor. Bastante calor na verdade. Ficar deitado no quarto fechado não foi lá uma das suas melhores ideias. Ergueu-se então, ainda meio sonolento, e vestiu apenas uma bermuda qualquer, saindo do quarto em sua lerdeza “matinal”.

Foi quando reparou que o corredor estava sem energia. O fato deles serem fechados apenas para os quartos e quase sem janelas fazia-o ficar em um breu estranho. Tentou o interruptor ao lado da escadaria, mas não obteve sucesso. Decidiu descer as escadas então, no escuro, chegando até o hall de entrada.

A verdade é que havia um estoque monstro de magia de eletricidade (porque pelo amor de deus, nós não temos postes e fios de luz né pqp) e provavelmente ele estaria vazio por falta de reposição - não que ele pudesse fazer alguma coisa de qualquer maneira.

Abriu a porta da frente, o sol doendo seus olhos, e deu a volta no QG, caminhando descalço pela grama, sentindo o pinicar confortável desta. Parou em frente ao estoque, notando-o realmente vazio, e suspirou em desagrado. Ficar no QG sem eletricidade era inútil!

Sieghart? - A elfa se surpreendeu ao ver o imortal e logo acenou com a cabeça. Lire perambulava pelos campos que rodeavam a grande torre, também a procura do cristal de energia que supria as chamas mágicas e parafernálias tecnológicas do quartel general. Estava vestida de sua armadura de couro e carregava consigo seu arco e mochila, parecia arrumada para uma missão.
Se aproximou do gladiador para melhor cumprimenta-lo - Nossa, quanto tempo. Vejo que você não mudou. - Falou com um sorriso no rosto mas tentava disfarçar o constrangimento de ver a grande lenda de Vermécia só de bermudas. Percebeu também que Sieg já havia checado o estoque e, sim, parecia não funcionar. 

O imortal coçou os cabelos desarrumados e bocejou breve, ainda cheio de sono, logo depois acenando para a elfa. - Não sabia que você já estava de volta loirinha. E você sabe que esse corpinho de Deus aqui é para sempre. - Ele sorriu, brincando com ela, e depois reparou nas roupas da arqueira - pouco notando de seu aparente desconforto quanto as suas próprias vestimentas. - Vai sair em missão? - Perguntou curioso, como era de seu usual, começando a se interessar por fazer alguma coisa que não ficar no QG e ver todos reclamarem da falta de luz. - Qual missão? - Perguntou já intrometido.

tags: #[ Lire ]
[ Cenário: Jardim ]

O imortal acordou sentindo calor. Bastante calor na verdade. Ficar deitado no quarto fechado não foi lá uma das suas melhores ideias. Ergueu-se então, ainda meio sonolento, e vestiu apenas uma bermuda qualquer, saindo do quarto em sua lerdeza “matinal”.

Foi quando reparou que o corredor estava sem energia. O fato deles serem fechados apenas para os quartos e quase sem janelas fazia-o ficar em um breu estranho. Tentou o interruptor ao lado da escadaria, mas não obteve sucesso. Decidiu descer as escadas então, no escuro, chegando até o hall de entrada.

A verdade é que havia um estoque monstro de magia de eletricidade (porque pelo amor de deus, nós não temos postes e fios de luz né pqp) e provavelmente ele estaria vazio por falta de reposição - não que ele pudesse fazer alguma coisa de qualquer maneira.

Abriu a porta da frente, o sol doendo seus olhos, e deu a volta no QG, caminhando descalço pela grama, sentindo o pinicar confortável desta. Parou em frente ao estoque, notando-o realmente vazio, e suspirou em desagrado. Ficar no QG sem eletricidade era inútil!

tags: #[ Lire ]
arme-chan-gc answered: Teffy, vai bossear pros novatos.

Tá foda turnar pra eles com o tumblr da Amy que não permite copiar texto né amiguinha :v

estou esperando um pouco o Zé para poder usar o pc dele para usar o firefox, eu não vou baixar um navegador porque o tumblr dela não funfa no chrome. /ooc

lassisolet e elesissieghart, poderiam me explicar o que ocorre para que as tretas tenham sido trazidas para a dashboard? Uma explicação rápida e resumida será mais que necessário. Quem vai começar?

Elesis é pouco mais alta que eu???

lupus-wild:

elesissieghart:

lupus-wild:

marimingonette:

elesissieghart:

lupus-wild:

Tem algo errado rs /ooc

Todo mundo é mais alto que você, aceite isso~ /OOC

Até a mari que é like rodapé rs /runs

Falou a muralha, né Jade? /ooc

Eu cresci, hue~ /OOC

Continua na mesma situação que eu, tu é a única daqui que não pode falar nada /ooc

Jade ainda tem idade pra crescer… Ja a Celly HUE /ooc

lupus-wild:

EU ESTAVA FALANDO DE MIM, E NÃO DO LUPUS, KRL /ooc

Mas poder falar mal do Lupus E de você ao mesmo tempo é ainda melhor. Seus tampas. /ooc

tags: #off

lupus-wild:

rey-von-crimson:

lassisolet:

arme-chan-gc:

LUPUS, SEU INFELIZ, SEU QUARTO FICA NO SEGUNDO ANDAR, TEM BANHEIRO LÁ TAMBÉM. MAS POR QUE DIABOS VOCÊ VEIO LOGO NO TERCEIRO?

Porque ele é um filho da puta *corre* /ooc

ooc:
1- Porque ele não tem senso de direção e se perdeu

2- Porque ele acha que o banheiro do 3º andar é mais limpinho /ooc

Rey: Mas é claro que é mais limpo, eu uso aquilo!

PORQUE EU QUERO ME ENFIAR NO SEU TURNO SDKJGNDKJSGNAJSDG /OOC

porque ele é um idiota? :v /ooc

tags: #off
[ Chegada ao QG - Enfermaria / Quarto / Banheiro ]

Read More

tags: #[ closed ]
Missão Extra: Passagem Subterrânea

Objetivo: Derrotar Hatshepsut

Recompensa: 500pts.

Participantes e sua devidas classes: Sieghart (General), Lupus (Caçador de Recompensas e Justiceiro), Zero (Andarilho), Edna

Read More

(Source: anymyboss)

Missão Extra: Passagem Subterrânea

Objetivo: Derrotar Hatshepsut

Recompensa: 500pts.

Participantes e sua devidas classes: Sieghart (General), Lupus (Caçador de Recompensas e Justiceiro), Zero (Andarilho), Edna

Read More

(Source: anymyboss)

tags: #ult: 2/5
Missão Extra: Passagem Subterrânea

Objetivo: Derrotar Hatshepsut

Recompensa: 500pts.

Participantes e sua devidas classes: Sieghart (General), Lupus (Caçador de Recompensas e Justiceiro), Zero (Andarilho), Edna

Read More

(Source: anymyboss)

tags: #ult: 1/5

Não estou falando como se fosse um crime, apenas me tiraram por idiota por motivo algum ué.
Tanto existe aranhas terrestres como também Siegh não tinha obrigação de saber.

tags: #off
Me retificando

Sieghart não tem conhecimento sobre muitos insetos, ver uma coisa de oito patas e meio humanoide não vai levar ele a nenhuma conclusão obvia.
Outra coisa, os ovos da hatchepsut são envolvidos por teias, qualquer que seja a explicação, observando ao redor ele pode ver os ovos dela.
Então, por conclusão, teias, figura insetoide que ele não reconhece, claramente ele acreditou que era uma aranha.

Afinal, você saber todos os detalhes da anatomia da coisa é meta: Sieghart nunca estudou nada sobre biologia ou sobre o boss. Tenham um bom dia.